De graça

Atendimento vai de segunda a sexta, de 8h30 a 11h30 e de 14h a 17h.
12/07/2022 12:15

O Senado está aplicando gratuitamente a vacina da gripe (influenza A e B) no antigo prédio do SAMS (bloco 17). Podem tomar a dose todos os servidores efetivos e comissionados ativos e aposentados, pensionistas, terceirizados, senadores e ex-senadores, menores aprendizes, estagiários e seus familiares.

O atendimento (foto) vai de segunda a sexta, de 8h30 a 11h30 e de 14h a 17h. O sistema drive thru foi encerrado, ou seja, é preciso caminhar até dentro do prédio.

Já foram administradas 1.610 doses até a manhã desta segunda-feira (11). Ao todo, o Senado recebeu três mil doses trivalentes do Instituto Butatan, como excedente da campanha de vacinação do SUS. A vacina  é trivalente, ou seja, protege contra as formas mais graves da influenza: o subtipo A (cepas H1N1 e H3N2 Darwin) e o subtipo B, cepa Victoria. A H3N2 Darwin foi a responsável pela epidemia de gripe vista nos primeiros meses do ano no Brasil.

Na rede privada, a vacina é tetravalente porque traz uma proteção extra no subtipo B, contra a cepa Yamagata, mais rara.

Os colaboradores que ainda não receberam a dose estão sendo incentivados a tomar para que se reduza a incidência da gripe no local de trabalho. Aplicado em dose única, o imunizante previne complicações como mortes, internações e sobrecarga nos serviços de saúde, além de minimizar sintomas que podem ser confundidos com os da Covid-19.

O chefe substituto do Serviço Médico de Emergência (Semede), Francisco Silva, lembra que a vacina é contraindicada para quem tem alergia grave (anafilaxia) a algum componente da fórmula: conservante timerosal, neomicina e proteína do ovo de galinha.

O Semede também não aplica em crianças de até nove anos que nunca tenham tomado o imunizante. Isso porque para esse público a primeira administração é dividida em duas doses menores intervaladas, e não há garantia de que haverá imunizante para a segunda etapa.

– Nesse caso é melhor que a criança seja levada a um posto de saúde. Mas se já houve pelo menos uma aplicação anterior, independentemente da idade, ela pode ser vacinada no Semede – detalha Francisco.

Covid

Toda vacina exige resposta do sistema imunológico, que durante cerca de duas semanas trabalha para produzir anticorpos. Para não sobrecarregar o organismo, orienta-se uma pausa de 15 dias entre elas. Esse tempo é o suficiente para a imunidade voltar ao patamar normal. Ou seja, quem tomar vacina contra a covid-19 ou vai tomar nos próximos dias precisa esperar pelo menos duas semanas de prazo para receber a da gripe.

Foto: Equipe do Semede