Ferramentas Pessoais
Acessar

Março Mulheres tem ampla programação voltada ao empoderamento feminino

04/03/2020 17:34

O Senado Federal e a Câmara dos Deputados organizaram uma série de atividades para o mês de março. São palestras, oficinas, encontros, exposição, premiação, lançamento de livro e uma Roda de Leitura especial. Empoderamento e superação são o mote impulsionador das ações que discutem as múltiplas formas de participação da mulher na sociedade, seja no mercado de trabalho, nos vários fóruns da política, ou na esfera privada, enquanto regente de sua própria história. As ações acontecem em alusão ao Dia Internacional da Mulher (domingo, 8/3), com início no dia 3 de março e se estendem até o final do mês.

 

A diretora-geral do Senado, Ilana Trombka, lembra que a participação feminina é tema trabalhado na Casa durante todo o ano. Ela menciona a importância desse tipo de evento para incentivar positivamente a vida e a carreira das mulheres presentes no Legislativo.

 

— O Março Mulheres 2020 traz uma oportunidade de reflexão e de conhecer exemplos de mulheres que superaram os desafios que a vida lhes colocou e que trouxeram, a partir de suas experiências, novas formas de olhar a participação da mulher. Eu diria que sinônimo de mulher é garra, é superação e por que não também empoderamento. Acho que a mulher pode estar em todos os lugares. No lugar que ela quiser e onde ela está, ela faz a diferença — enfatiza a diretora.

 

Da ampla gama de atividades propostas, o Senado está responsável por quatro ações de peso: a campanha Voz e Vez da Mulher, a palestra Areia, Suor e Sucesso, o lançamento do Livro Mármores e a Roda de leitura intitulada Escritas Insubmissas de Mulheres Negras.

 

A campanha Voz e Vez da Mulher, que ocorre entre 9 e 31 de março, se dará com a instalação de cinco painéis em diversos pontos do Senado, locais em que serão coletados todos os tipos de manifestações advindas das mulheres atuantes na Casa. A equipe da Procuradoria Especial da Mulher vai compilar, classificar, publicar e encaminhar as manifestações recebidas às parlamentares e aos órgãos competentes a fim de que recebam os devidos encaminhamentos e promovam mudança na realidade dessas mulheres.

 

Já no dia 12 de março, acontecerá a palestra Areia, Suor e Sucesso, de Jackie Silva. O evento será um dos destaques da programação e contará a história de superação da jogadora de vôlei de praia. Com o feito de ser a primeira mulher brasileira a conquistar uma medalha de ouro olímpica, a trajetória de Jacqueline Silva serve de inspiração para o enfrentamento das adversidades.

 

A Biblioteca do Senado Federal, por sua vez, abrigará duas ações do Março Mulheres. Uma delas é o lançamento, no dia 24 de março, do livro Mármores, uma obra de poemas parnasianos, de autoria de Francisca Julia da Silva, considerada pela crítica da época uma das melhores poetizas do século XIX. A publicação  integra a Coleção Escritoras do Brasil, criada para divulgar a produção e o pensamento de escritoras brasileiras de escassa presença no cânone literário.

 

A outra ação acontecerá no dia 26 de março, com a Roda de Leitura Escritas Insubmissas de Mulheres Negras, um espaço para a reflexão sobre o livro Não vou mais lavar os pratos, de Cristiane Sobral. A obra é composta por 123 poemas que abordam os mais variados temas como negritude, infância, mocidade, maternidade, além de imagens de uma África longínqua e ancestral. A leitura será conduzida pela própria Cristiane Sobral, imortal da Academia de Letras do Brasil, diretora de Literatura do Sindiescritores, dirigente da Companhia de Arte Negra Cabeça Feita e também detentora do Prêmio FAC 2017 de Culturas Afro-Brasileiras.

 

Veja aqui a programação completa do Março Mulheres 2020.

 

Fonte: Comunicação Interna