Ferramentas Pessoais
Acessar
13.03.20 / 18:25

Congresso vai liberar recursos para o combate do coronavírus

O presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (Democratas-AP), informou que o Congresso Nacional vai liberar recursos extras ao ministério da Saúde para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19). O anúncio foi realizado por Davi após reunião, na noite de quarta-feira (11), com ministros do governo e líderes partidários da Câmara e do Senado. No mesmo dia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou pandemia do vírus.

“O Congresso Nacional está pronto para liberar mais de R$ 5 bilhões em recursos extras que serão usados no atendimento da nossa população e combate à doença no País”, disse o presidente do Senado.

Cabe agora ao Executivo enviar ao Congresso uma proposição, que será analisada pelos parlamentares. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, já encaminhou um ofício requisitando a liberação dos recursos, que serão utilizados no primeiro atendimento de cidadãos atingidos pelo vírus nas unidades básicas de saúde.

“O Parlamento sabe o tamanho da sua responsabilidade neste momento. Esses recursos serão votados e autorizados”, afirmou Davi.

Também participaram da reunião com líderes, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, que apresentaram os possíveis impactos do coronavírus na economia. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (Democratas-RJ) e os ministros Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência).

Como medida de enfrentamento à doença, o presidente do Senado publicou ato que estabelece os procedimentos de prevenção à infecção e à propagação do Covid-19 nas dependências da Casa. Entre as recomendações estão a suspensão de viagens internacionais aos parlamentares e servidores. Quem visitar países com registro de transmissão local e apresentar sintomas respiratórios ou febre será afastado administrativamente do trabalho por 14 dias, contados a partir do regresso da viagem. Também foram interrompidas as visitações ao Congresso e a realização de sessões solenes e especiais.

Na quinta-feira (12), Davi Alcolumbre e uma comitiva de senadores e deputados cumpriram agenda em Manaus. Os parlamentares participaram de evento na Honda Motos do Brasil, empresa sediada na Zona Franca de Manaus (ZFM). O presidente do Senado ainda esteve com o governador do Amazonas, Wilson Lima, para tratar sobre a Reforma Tributária, proposta em análise no Parlamento.


Agenda
Presidência
Agenda do Vice-presidente no exercício da Presidência do Senado Federal

Presidência no Facebook