Discursos

Vice-presidente do Senado garante que votações estão mantidas para a próxima semana

01:55Vice-presidente do Senado garante que votações estão mantidas para a próxima semana

Transcrição LOC: AO CONSIDERAR ESCLARECIDAS DENÚNCIAS CONTRA TEMER, VICE-PRESIDENTE DO SENADO GARANTE QUE VOTAÇÕES ESTÃO MANTIDAS NA PRÓXIMA SEMANA. LOC: OPOSIÇÃO AFIRMA QUE NEM O SEGUNDO TURNO DO FIM DO FORO PRIVILEGIADO DEVERÁ SER APRECIADO PELO PLENÁRIO ATÉ RENÚNCIA DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA. REPÓRTER HÉRICA CHRISTIAN. (Repórter) O segundo vice-presidente do Senado, João Alberto Souza, do PMDB do Maranhão, confirmou que estão mantidas as votações em Plenário. Na pauta, estão dezessete itens. Entre eles, três medidas provisórias e o segundo turno da Proposta de Emenda à Constituição que acaba com o foro privilegiado. O senador considera que Michel Temer esclareceu a denúncia envolvendo um dos donos da JBS, Joesley Batista. Disse ainda que a avaliação da base aliada é de que gravação dessa conversa inocenta o presidente da República da acusação da tentativa de compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha. João Alberto acredita ainda que o senador Ricardo Ferraço, do PSDB do Espírito Santo, vai rever a decisão de suspender a apresentação do relatório da Reforma Trabalhista. (João Alberto) Naquele momento, deveria haver uma parada. Em função de um senador estar sendo investigado, senti que a Casa estava sendo atingida, com isso não havia clima para se avançar. Mas com a calma que está havendo agora e com as explicações dadas pelo presidente da República, não vejo porque as reformas fundamentais para o País não continuem. (Repórter) Ao citar os oito pedidos de impeachment na Câmara dos Deputados e o julgamento sobre a cassação da chapa Dilma-Temer no Tribunal Superior Eleitoral, o senador Randolfe Rodrigues, da Rede Sustentabilidade do Amapá, disse que o Congresso Nacional ficará paralisado até a saída de Temer do Palácio do Planalto. (Randolfe Rodrigues) Não governo e não Congresso funcionando. E essa é a questão que o País tem que resolver. A Nação não pode ficar acéfala, sem governo, sem comando político, sem alguém com condições morais e políticas de continuar conduzindo os destinos da Nação. Este é o dilema que o País tem que resolver. (Repórter) A oposição também sinaliza obstruir todas as votações diante da estratégia da base aliada de insistir no que chamou de clima de normalidade

Ao considerar esclarecidas denúncias contra o presidente Michel Temer, vice-presidente do Senado, senador João Alberto de Souza (PMDB – MA) garante que votações estão mantidas na próxima semana. Já a oposição afirma que nem o segundo turno do fim do foro privilegiado deverá ser apreciado pelo Plenário até renúncia do Presidente da República.

TÓPICOS:
PSDB  Oposição  Senador Randolfe Rodrigues  Senador João Alberto de Souza  Congresso Nacional  Espírito Santo  PMDB  Sustentabilidade  Impeachment  Pauta do Plenário  Reforma trabalhista  Deputado Eduardo Cunha  Amapá  Câmara dos Deputados  Presidente da República  Foro privilegiado  Michel Temer  Senador Randofe Rodrigues  Senador Ricardo Ferraço  Constituição  Proposta de Emenda à Constituição  Maranhão  Rede  Tribunal Superior Eleitoral 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11