Balanço 1º semestre

Eduardo Braga avalia que 1º semestre deixou a desejar no que se refere a infraestrutura do país

02:15Eduardo Braga avalia que 1º semestre deixou a desejar no que se refere a infraestrutura do país

Transcrição LOC: O PRIMEIRO SEMESTRE DEIXOU A DESEJAR NO QUE SE REFERE À INFRAESTRUTURA E LOGÍSTICA DO PAÍS. LOC: A AVALIAÇÃO FOI FEITA PELO PRESIDENTE DA COMISSÃO DE SERVIÇOS DE INFRAESTRUTURA, SENADOR EDUARDO BRAGA, DO PMDB DO AMAZONAS. REPORTAGEM IARA FARIAS BORGES: (Repórter) O primeiro semestre de 2017 não foi fácil, resumiu o presidente da Comissão de Serviços de Infraestrutura, senador Eduardo Braga, do PMDB do Amazonas, ao fazer um balanço das atividades da comissão. O Brasil teve uma supersafra, porém não foi fácil escoar os produtos agrícolas. (Eduardo Braga) “Todos nós testemunhamos a dificuldade que foi para tirarmos essa safra do campo até os portos e as vias de escoamento, com grandes atoleiros, etc – cenas que se repetem todos os anos”. (Repórter) Além da crise econômica, ressaltou o senador Eduardo Braga, os investimentos em infraestrutura foram prejudicados porque o marco regulatório de concessões públicas não avançou e os financiamentos esperados para a área não aconteceram. E ressaltou que a Comissão de infraestrutura trabalhou para melhorar a logística do país. (Eduardo Braga) “Inúmeras reuniões foram feitas, muitos projetos foram deliberados, votados, e houve muitas audiências públicas, algumas delas inclusive in loco, para que pudéssemos discutir as questões nacionais com impacto regional”. (Repórter): A Comissão de infraestrutura realizou quatro audiências. Uma delas discutiu a suspensão da licença para manutenção da BR-319, que liga as capitais Manaus, do Amazonas, a Porto Velho, de Rondônia. Também foram realizadas três diligências: a Porto Velho e Vilhena, em Rondônia, e a Juína, em Mato Grosso. Todas para conhecer a situação de rodovias importantes para o transporte de produtos. Outras audiências na Comissão de infraestrutura discutiram os investimentos do BNDES em saneamento básico; o fornecimento de gás na Amazônia e a Ferrovia Bioceânica, que liga o Brasil ao Peru. A comissão ainda aprovou a indicação de Francisval Dias Mendes para a diretoria da Agência Nacional de Transportes Aquaviários, Antaq; e de Marcelo Vinaud Prado, que foi reconduzido ao cargo de diretor da Agência Nacional de Transportes Terrestres, ANTT.

O primeiro semestre deixou a desejar no que se refere à infraestrutura e logística do país. A avaliação foi feita pelo presidente da Comissão de Serviços de Infraestrutura do Senado (CI), senador Eduardo Braga (PMDB – AM). Além da crise econômica, ressaltou o senador Eduardo Braga, os investimentos em infraestrutura foram prejudicados porque o marco regulatório de concessões públicas não avançou e os financiamentos esperados para a área não aconteceram.

TÓPICOS:
Amazonas  BNDES  Comissão de Serviços de Infraestrutura  Crise econômica  Investimentos  Marco Regulatório  PMDB  Saneamento Básico  Senador Eduardo Braga  Transportes 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11