Economia

Dois em cada três jovens brasileiros querem se tornar empresários

02:01Dois em cada três jovens brasileiros querem se tornar empresários

Transcrição LOC: DOIS EM CADA TRÊS JOVENS BRASILEIROS QUEREM SE TORNAR EMPRESÁRIOS. LOC: O SENADO JÁ APROVOU PROPOSTAS QUE FACILITAM A ABERTURA DE NOVAS EMPRESAS E ANALISA INICIATIVAS COMO O ENSINO DO EMPREENDEDORISMO NAS ESCOLAS E UNIVERSIDADES. REPÓRTER ROBERTO FRAGOSO. TÉC: Uma pesquisa feita pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro aponta que 68% dos jovens brasileiros entre 25 e 30 anos – mais de dois terços – pretendem abrir um negócio nos próximos anos, um índice duas vezes maior que o encontrado em cidades como Berlim e Madri e similar ao de Moscou e Mumbai. Entre os motivos para os jovens empreenderem no Brasil estão a realização pessoal e a possibilidade de ganhar mais que no mercado formal de trabalho. As principais razões para não se tornar empresário são a busca pela estabilidade e o pessimismo com o cenário econômico e político do País. O Senado analisou, em 2016, uma série de projetos que têm o objetivo de estimular o empreendedorismo. Um deles, já transformado em lei, permite que os microempreendedores individuais usem o endereço residencial como sede da empresa. A permissão só não vale quando o negócio exigir local próprio, como comércio em geral ou serviços que representem perigo ou perturbação para os vizinhos. O senador Romero Jucá, do PMDB de Roraima, destacou que a mudança vai facilitar a criação de novos negócios. (Romero Jucá) É menos burocracia e custo. Facilita a atividade econômica num momento em que temos que gerar emprego e renda. (Repórter) O Senado aprovou também a criação do prêmio anual Jovem Empreendedor, que será concedido a cinco estudantes e uma entidade, governamental ou não, que se destaquem na iniciativa privada ou por trabalho relacionado ao empreendedorismo. A ideia do diploma foi do senador José Agripino, do Democratas do Rio Grande do Norte, que apresentou também uma proposta para incluir o empreendedorismo no currículo do ensino básico e das universidades. Agripino defende que esses conhecimentos vão formar pessoas mais criativas e com iniciativa. (José Agripino) Para despertar no jovem que está estudando, que está se preparando para a vida, tenha o vírus inoculado na sua veia profissional, do empreendedorismo. Se você não estimular você pode ter o empreendedor nato que não vira empreendedor nunca porque não foi provocado na sua vocação. (Repórter) A votação do projeto deve ser retomada depois que o Senado concluir a votação da MP do Ensino Médio. Da Rádio Senado, Roberto Fragoso. LCP 154/2016 PRS 14/2014 PLS 772/2015

TÓPICOS:
Emprego  Burocracia  Senador José Agripino  Rio Grande do Norte  Escolas  Ensino Básico  Ensino Médio  Rio de Janeiro  Cidades  Comércio  Rádio Senado  Empresas  Empreendedorismo  Trabalho  Senador Romero Jucá  Roraima  PMDB 

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11