CPI dos Maus-tratos quer ouvir representante do Santander sobre exposição de diversidade sexual

Da Redação | 13/09/2017, 17h56 - ATUALIZADO EM 13/09/2017, 18h03

A CPI dos Maus-tratos realiza nesta quinta-feira (14), às 10h30, reunião para apreciação de requerimentos. Um dos itens da pauta é a convocação do presidente do Santader Cultural, Sérgio Rial, para falar da mostra sobre diversidade cultural cancelada em Porto Alegre diante das acusações de que conteria obras com apologia à pedofilia e ao abuso sexual de crianças. A reunião ocorrerá na sala 19 da Ala Alexandre Costa.

O autor do requerimento é o presidente da CPI, senador Magno Malta (PR-ES). A mostra "Queermuseu - Cartografias da Diferença na Arte Brasileira", com 270 trabalhos de 85 artistas que abordavam a temática LGBT, questões de gênero e diversidade. No entanto, afirmou o senador na justificativa do requerimento, crianças que frequentaram o evento foram expostas a imagens não recomendas para suas idades.

“Desta forma entendemos necessária a presença do presidente do Santander Cultural para esclarecimentos sobre a exposição das crianças e adolescentes às referidas obras enquanto o evento esteve aberto ao público”, justificou Magno Malta. Também dele é o requerimento para convite ao ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão.

Telefonia

A pauta da CPI tem ainda requerimentos de convocação de diretores e presidentes das empresas de telefonia Claro, Oi e Vivo. A intenção da comissão é ouvir dos representantes das operadoras de telefonia e internet sobre atrasos e negativas de entrega de dados de usuários requisitados por autoridades policiais que investigam crimes de pedofilia na rede de computadores.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)