Proposta que destina recursos de loterias para Fundo Científico pode ser votada na CCT

Da Redação | 19/06/2017, 13h52 - ATUALIZADO EM 19/06/2017, 14h16

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) tem reunião marcada para a quarta-feira (21), às 8h30, com 31 itens na pauta. Entre eles, está o PLC 201/2015, que cria nova fonte de receita para o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT). O projeto destina 1%  da arrecadação bruta dos concursos de prognósticos e loterias federais e similares ao fundo.

Favorável ao projeto, o relator, senador Cristovam Buarque (PPS-DF), afirmou que o Brasil ainda deixa muito a desejar no que se refere ao investimento em pesquisa e desenvolvimento (P&D). Ele citou dados do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação segundo os quais o Brasil investe cerca de 1,2% do PIB no setor enquanto países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) investem o dobro disso. Nações como Israel e Coreia do Sul chegam a investir mais de 4% do PIB.

Telefonia

Os parlamentares devem analisar também o PLS 445/2016, do senador Roberto Muniz (PP-BA), que obriga as empresas prestadoras de serviço regulados a oferecer atendimento telefônico ao usuário que ligar de aparelho celular.

O relator, senador Otto Alencar (PSD-BA), concordou com a iniciativa e ressaltou que a gratuidade das ligações é medida essencial. "Sem isso, os usuários seriam obrigados a pagar para registrar reclamações junto às prestadoras, o que se mostra absolutamente inapropriado", disse em seu relatório.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
23h57 Reforma trabalhista: mesmo com tumulto entre os senadores, foi aprovado na CCJ requerimento de urgência para votação do PLC 38/2017 em Plenário.
23h53 Reforma trabalhista: com a rejeição dos três destaques ao relatório de Romero Jucá ao PLC 38/2017, parecer é aprovado definitivamente na CCJ e segue para votação em Plenário.
23h23 Reforma trabalhista: com 16 votos favoráveis, 9 contrários e uma abstenção, CCJ aprova o texto base do relatório do senador Romero Jucá (PMDB-RR) sobre o PLC 38/2017, da reforma trabalhista. Agora senadores apreciam destaque de bancada ao texto.
Ver todas ›