Para Cristovam, encontro de Temer com empresário não foi decente

Da Redação | 19/05/2017, 10h41 - ATUALIZADO EM 19/05/2017, 11h14

A atitude do presidente Michel Temer de receber o empresário Joesley Batista não foi inteligente nem decente, na opinião do senador Cristovam Buarque (PPS-DF). Em discurso no Plenário nesta sexta-feira (19), o parlamentar lembrou que antigamente os políticos se relacionavam com os eleitores a cada quatro anos. Hoje, observou, é a cada quatro segundos.

- A política tem que mudar. Hoje toda relação é publica. Acabou a privacidade nas relações políticas, e isso é bom. O presidente parece que não entendeu isso. Precisamos retomar a decência e a inteligência, bem como a credibilidade da política - afirmou.

O senador se referiu ao fato de Temer ter recebido o empresário à noite, no Palácio do Jaburu, para tratar de assuntos sem vínculo com o interesse público. A conversa foi gravada com autorização judicial.

Sobre a possibilidade de eleições diretas para escolha de um novo presidente da República, como defendem alguns senadores, Cristovam Buarque alertou para o risco de um processo eleitoral num ambiente político e econômico tão conturbado.

- A eleição direta tem que ser discutida no interesse do país. Pode ser o melhor caminho para legitimidade, mas é um risco um processo eleitoral nessa situação. Imagina candidatos sob suspeitas debatendo simplesmente para ganhar voto e não para melhorar o Brasil. Como a gente blinda a economia nesse período? - indagou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)