Paulo Paim cita posicionamento de associações contra as reformas previdenciária e trabalhista

Da Redação | 19/04/2017, 21h05 - ATUALIZADO EM 20/04/2017, 11h53

Em discurso nesta quarta-feira (19), o senador Paulo Paim (PT-RS) informou que representantes de diversas entidades e associações vêm entrando em contato com ele e outros parlamentares para se posicionar contra as reformas trabalhista e da Previdência.

O senador disse ter recebido uma delegação de vereadores do estado da Paraíba que estão capitaneando um movimento contrário às reformas.

Paim registrou também que recebeu nota pública contrária à reforma da Previdência e à reforma trabalhista assinada pelas seguintes entidades: Associação Nacional dos Membros do Ministério Público, Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho, Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho, Associação dos Juízes Federais do Brasil, Associação dos Magistrados Brasileiros, Associação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios, Associação Nacional do Ministério Público Militar, Associação Nacional dos Procuradores da República e Associação dos Magistrados do Distrito Federal e Territórios.

O senador aproveitou para convidar todos os trabalhadores do país a participarem da greve geral convocada para o dia 28 de abril e informou que na próxima semana será instalada a CPI da Previdência, que vai investigar a situação financeira do setor.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)