Dê sua opinião: Adolescente submetido a medida socioeducativa terá prioridade no serviço militar

Da Redação | 11/04/2017, 08h37 - ATUALIZADO EM 11/04/2017, 08h58

Projeto apresentado pelo senador Thieres Pinto (PTB-RR) determina que as Forças Armadas priorizem, no processo de seleção para o serviço militar obrigatório, jovens de baixa renda e adolescentes que estiverem cumprindo medida socioeducativa.

O projeto de lei do Senado (PLS) 101/2017 tramita na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), onde aguarda a indicação de um relator.

De acordo com o projeto, a prioridade deve ser dada as jovens com renda familiar mensal de até dois salários mínimos, e também a menores de 16 a 18 anos submetidos a medidas socioeducativas relacionadas a delitos de menor potencial ofensivo.

Segundo o autor, priorizar os jovens mais pobres é importante porque ingressar nas Forças Armadas pode ajudá-los a adquirir uma profissão e a desenvolver valores que serão importantes para toda a vida. O mesmo vale, afirma, para os  adolescentes que cumprem medidas socioeducativas, pois eles passam a ter uma oportunidade de reabilitação.

Qual a sua opinião sobre o projeto? Vote: http://bit.ly/PLS101-2017

Todas as propostas que tramitam no Senado Federal estão abertas à consulta pública por meio do portal e-Cidadania. Confira: http://www.senado.leg.br/ecidadania.

Comente também na página do Senado no Facebook.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)