Cidinho Santos critica responsáveis por operação Carne Fraca

Da Redação e Da Rádio Senado | 20/03/2017, 16h02

O senador Cidinho Santos (PR-MT) criticou nesta segunda-feira (20) os responsáveis pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. Ele destacou o impacto negativo sofrido por um importante setor da economia brasileira. Segundo o senador, empresas nacionais com mais de 80 anos de experiência no mercado tiveram seu nome “jogado na lama” com a operação.

Cidinho lamentou as restrições de diversos países à importação de carne brasileira que foram anunciadas nesta segunda-feira. Ele ainda contestou as interpretações de áudios divulgados pela imprensa de que papelão teria sido misturado à carne.

— O que nós vemos claramente nos áudios é um funcionário falando para o chefe dele que acabaram as bandejas plásticas e que o chefe fala: então você coloca no papelão, ou seja, na bandeja de papelão. Em nenhum momento ele mandou colocar papelão dentro da carne. E você vê uma irresponsabilidade de dizer que qualquer empresa, no mínimo, consciente jamais ia colocar papelão dentro de uma carne. Se fosse para poder ganhar dinheiro, colocava chumbo que pesa mais, moía chumbo e colocava, mas não papelão.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
13h34 Fundos de universidades: CAE aprova o PLS 16/2015, que autoriza a criação e o funcionamento de fundos patrimoniais vinculados ao financiamento de instituições públicas de ensino superior. A matéria precisa ser votada em turno suplementar na Comissão.
12h23 Escolas: a Comissão de Educação aprova projeto determinando que equipamentos de informática apreendidos em aduanas sejam destinados para escolas federais, estaduais e municipais (PLC 123/2015). Proposta segue para a CAE.
11h58 Audiências: Comissão de Educação aprova realização de duas audiências públicas, cujas datas ainda serão definidas. Uma com o ministro da Cultura, Sergio Sá Leitão e outra para discutir a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC).
Ver todas ›