Eduardo Amorim diz que o Brasil começou a superar a crise

Da Redação | 15/02/2017, 20h10 - ATUALIZADO EM 15/02/2017, 21h00

Em discurso nesta quarta-feira (15), o senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) afirmou que o Brasil está começando a superar a crise econômica e política. Para ele, o ano legislativo de 2017 será de muito trabalho e muitos desafios para deputados e senadores, sendo o principal desafio o de “resgatar a harmonia republicana e retomar o desenvolvimento”.

Na avaliação do senador, o primeiro sinal de que o país começou a superar a crise é a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano: 0,5%. Embora tímida, a taxa é muito superior às dos anos de 2015 e 2016, quando o PIB encolheu (-3,8% e -3,5%). Em 2018, disse Eduardo Amorim, a previsão de crescimento do PIB é de 2,2%, com o país saindo definitivamente do quadro recessivo.

— Nossa recuperação teve início — afirmou Eduardo Amorim.

Ele disse ainda que os parlamentares terão pautas desafiadoras, porém de extrema necessidade, como as reformas tributária e da Previdência.

Projetos

Eduardo Amorim pediu apoio para três propostas suas. O PLS 255/2016, explicou, cria pensão especial de um salário mínimo, mensal e vitalícia, para pessoas diagnosticadas com microcefalia causada pelo vírus zica cuja renda familiar seja inferior a dez salários mínimos.

Já o PLS 59/2016 obriga empresas contratadas pela administração pública a apresentarem garantias integrais sempre que tiverem de executar obras e serviços de valor superior a R$ 200 milhões. E a PEC 28/2015 garante a universalização progressiva da educação básica em tempo integral.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)