Rose de Freitas lamenta violência contra as mulheres

Da Redação e Da Rádio Senado | 08/03/2016, 18h09 - ATUALIZADO EM 08/03/2016, 19h09

A senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) saudou a passagem do Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, mas lamentou que as mulheres ainda sejam vítimas de violência no ambiente doméstico, de preconceito e da sua participação reduzida na política.

Rose de Freitas disse que o Espírito Santo é o estado em que mais se cometem crimes contra as mulheres. A senadora também lembrou que as mulheres ainda precisam provar todos os dias a sua força e capacidade de trabalho, tendo em vista que elas ainda recebem um terço a menos do salário, ainda que na mesma função exercida pelos homens.

— o Mapa da Violência de 2015, apresentado pela ONU no ano passado, aponta que 55,3% das mortes violentas de mulheres no nosso País acontecem dentro do ambiente doméstico, onde deveria haver conciliação, solidariedade, respeito mútuo. E são praticada por parceiros ou ex-parceiros.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Senado Agora
14h01 Adiamento: a palestra Estimulação do Neurodesenvolvimento na Primeira Infância da criança com Microcefalia, que ocorreria na sexta-feira (28), foi adiada. A nova data será comunicada posteriormente.
13h39 Fim do foro: na votação da PEC 10/2013, que acaba com o foro privilegiado no Brasil, o relator, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), apresentou emenda para manter a prerrogativa apenas para os chefes dos três Poderes da União.
13h36 Foro Privilegiado: a CCJ aprovou o relatório de Randolfe Rodrigues (Rede-AP) sobre a PEC 10/2013, que extingue o foro privilegiado e pedido de calendário especial para votação da matéria no Plenário.
Ver todas ›