Partidos decidem reconduzir lideranças no Senado

Da Redação | 05/02/2016, 13h44 - ATUALIZADO EM 15/02/2016, 20h38

Por unanimidade, o senador Humberto Costa (PE) foi reconduzido na quarta-feira (3) ao cargo de líder do PT no Senado. Os demais partidos também decidiram manter os atuais líderes.

A única indefinição está na liderança do governo no Senado, cargo que formalmente continua sendo ocupado por Delcídio do Almaral (PT-MS). O senador está afastado do exercício há dois meses, desde que foi preso preventivamente pela Polícia Federal.

A decisão cabe ao Palácio do Planalto. O líder do governo não precisa, necessariamente, ser do PT e a vaga pode ficar com outro nome da base de apoio, que inclui partidos como PMDB e PDT. De 2012 a 2014, por exemplo, o hoje ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga (PMDB-AM), foi o responsável pela articulação política do Palácio do Planalto com a Casa. Antes dele, ocupou o cargo Romero Jucá (PMDB-RR).

Comissões

Em razão do afastamento de Delcídio, haverá mudança também no comando da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), colegiado que era presido pelo senador. A bancada do PT decidiu esta semana indicar o nome de Gleisi Hoffmann (PT-PR) para substituí-lo.

Os demais colegiados seguem sem mudanças. Os presidentes de comissões escolhidos em 2015 prosseguem nos respectivos cargos até o final deste ano.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)