LDO pode ser votada no próximo esforço concentrado, acredita Valdir Raupp

Carlos Penna Brescianini (Rádio Senado) | 11/08/2014, 19h50 - ATUALIZADO EM 06/09/2014, 16h12

O senador Valdir Raupp (PMDB-RO) acredita que o Congresso Nacional possa votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015 (PLN 3/2014) no esforço concentrado de setembro. Para isso, segundo ele, será fundamental a cobrança dos presidentes da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, e do Senado, Renan Calheiros, para que os parlamentares venham a Brasília, mesmo durante a campanha eleitoral.

Pela avaliação de Valdir Raupp, o relatório preliminar da LDO 2015 pode ser votado na primeira semana de setembro, nos dias 2 e 3. Essas datas marcam o segundo esforço concentrado do Congresso Nacional no atual período de eleições.

— Eu acho que é possível, se houver uma convocação forte dos presidentes da Câmara e do Senado e das lideranças, então há possibilidade sim de um esforço, pra vir votar. Eu acho que é importante vir votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias avançar um pouco mais no orçamento — afirmou.

Valdir Raupp lembra que o esforço concentrado é fundamental, pois permite votar projetos como a Lei de Diretrizes Orçamentária de 2015. Ele também ressalta a necessidade de analisar medidas provisórias que se não forem votadas, perdem seus prazos de validade.

— Votar algumas medidas provisórias, que vão cair se não forem votadas em setembro, como a MP 649 e 647, da qual sou relator. São medidas que não foram votadas ainda e se não forem votadas elas caem.

Em função do período eleitoral, que se estende até outubro, os presidentes da Câmara e do Senado acordaram com os líderes dos partidos a realização de dois esforços concentrados, um em agosto e outro em setembro.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: