CDR e CRE debatem contrabando e tráfico na fronteira

Da Redação | 04/10/2013, 18h10 - ATUALIZADO EM 02/03/2015, 16h45

Em audiência pública conjunta nesta quarta-feira (9), as Comissões de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) e de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) promovem um debate sobre a segurança pública na fronteira. O tema principal é o contrabando e o tráfico de drogas e armas na divisa com Paraguai e Bolívia.

No requerimento em que solicita a realização da audiência, o senador Ruben Figueiró (PSDB-MS) argumenta que o Brasil tem 16 mil quilômetros de fronteira, dos quais mais de mil somente no estado do Mato Grosso do Sul. Lembrou que pela fronteira passam, diariamente, milhões de pessoas e mercadorias, inclusive ilícitas, como armas e entorpecentes.

O senador informou que o Ministério do Exercito tem realizado, na área do Comando Militar do Oeste, diversos exercícios militares, com participação do contingente da Base Aérea de Campo Grande, do Ministério da Aeronáutica; e da Base Naval de Ladário, no Rio Paraguai, do Ministério da Marinha. “Essa frequência de missões do Ministério da Defesa é uma demonstração cálida de que essa região fronteiriça muito representa para a Segurança Nacional”, afirmou o parlamentar.

Ruben Figueiró acrescentou que também a Polícia Rodoviária Federal realiza buscas permanentes nas rodovias federais que cortam o Mato Grosso do Sul, juntamente com a Polícia Federal, as forças de segurança do Mato Grosso do Sul e a Receita Federal.

Foram convidados para a audiência pública Carlos Alberto Freitas Barreto, secretário da Receita Federal do Brasil; Leandro Daiello Coimbra, diretor-geral do Departamento de Polícia Federal; Maria Alice Nascimento Souza, diretora-geral do Departamento de Polícia Rodoviária Federal; Wantuir Francisco Brasil Jacini, secretário de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso do Sul; e um representante do Ministério da Defesa, ainda a ser definido.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: