Senadores cobram redução de juros para o setor agrícola

Iara Guimarães Altafin | 31/05/2012, 10h30 - ATUALIZADO EM 19/02/2015, 23h04

Com a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) de reduzir a taxa Selic de 9% para 8,5% ao ano, senadores da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) cobraram do governo a redução dos juros dos financiamentos agrícolas.

– Conclamo todos os pares desta comissão para que façamos um movimento junto ao governo para que agora, no lançamento do plano safra, que deve acontecer no mês de junho, o governo venha com uma boa notícia para o setor, de pelo menos 0,5% [de redução dos juros]. O ideal seria 1% [de redução], mas temos que buscar isso, porque o nosso produtor é aquele que tem feito a diferença no nosso país – disse Sérgio Souza (PMDB-PR), em reunião da CRA nesta quinta-feira (31).

Para o parlamentar, o resultado positivo da balança comercial brasileira e o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do país resultam de avanços do agronegócio, que faz jus a programas de crédito com encargos menores.

Waldemir Moka (PMDB-MS) e Ana Amélia (PP-RS) também apoiaram a redução das taxas cobradas do setor rural dos atuais 6,75% para 5,75% ao ano.

– Esses juros de 6,75 são ainda do tempo em que a taxa Selic era de 19% ao ano – disse Moka.

Para discutir o custo do dinheiro nos financiamentos de custeio e de investimento na safra 2012 e 2013 e os juros praticados no setor agrícola, os senadores aprovaram requerimento para realização de audiências públicas com autoridades do governo federal.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: