Projeto que criminaliza homofobia é o mais mencionado no serviço Alô Senado em 2011

Da Redação | 16/01/2012, 19h26 - ATUALIZADO EM 19/02/2015, 20h04

Dentre centenas de projetos de lei que receberam comentários favoráveis ou críticas de cidadãos em 2011, através do serviço Alô Senado, o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006, que criminaliza a homofobia, foi o que mais chamou a atenção, tendo sido tema de 309.320 manifestações no decorrer do ano.

A proposição, se aprovada, irá alterar a legislação em vigor incluindo a discriminação motivada unicamente na orientação sexual ou na identidade de gênero entre outras formas de discriminação, como as baseadas na cor da pele, na etnia, na origem nacional ou na religião.

De acordo com informações da Secretaria de Pesquisa e Opinião, à qual o Alô Senado é vinculado, também foi objeto de grande interesse do público - com o segundo maior número de manifestações - o Projeto de Lei do Senado (PLS) 204/2011, de autoria do senador Pedro Taques (PDT-MT que transforma em crime hediondo o delito de corrupção passiva e ativa. A matéria foi comentada por 88.458 cidadãos em 2011 no Alô Senado.

Em terceiro e quarto lugares ficaram respectivamente, o PLS 319/2008, do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que cria o 14º salário para professores da rede pública; e o PLC 30/2011 que criou o novo Código Florestal brasileiro. O projeto do 14º salário foi mencionado por 49.216 pessoas, enquanto que o do Código Florestal foi comentado por 14.829.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: