Renan defende agravamento de pena para delações não comprovadas

15/03/2016, 21h40 - ATUALIZADO EM 27/09/2016, 11h33

O acordo de delação premiada do senador Delcídio do Amaral (PT-MS) conta com 21 termos de declaração. Um dos citados por Delcídio, o presidente do Senado, Renan Calheiros, disse que a delação é, na verdade, fruto de um delírio e que não há o que temer. Para o senador, delações não comprovadas deveriam ter a pena agravada. Mais detalhes na reportagem de Rodrigo Resende da Rádio Senado.



Opções: Download