Governadores utilizaram R$ 17 bilhões de depósitos judiciais para não fechar 2015 no vermelho

18/01/2016, 19h52 - ATUALIZADO EM 27/09/2016, 10h21

Para fechar as contas de 2015, alguns estados precisaram recorrer a depósitos judiciais. Onze dos 27 governadores usaram R$ 17 bilhões desses recursos para pagar parcelas da dívida com a União, precatórios e até aposentadorias de servidores. As operações só foram legalizadas com a aprovação do projeto de lei do Senado (PLS 183/2015) que autorizou o uso de recursos depositados em juízo. Mais detalhes com a repórter da Rádio Senado Marcella Cunha.



Opções: Download


MAIS NOTÍCIAS SOBRE:
Aposentadoria Estados Precatórios

Senado Agora
18h40 Financiamento de campanha: senadores discutem o PLS 206/2017, do senador Ronaldo Caiado, que institui o Fundo Especial de Financiamento de Campanha. O projeto tramita em conjunto com outras propostas.
18h27 PIB-Verde: vai à sanção o PLC 38/2015, que estabelece o PIB-Verde, cujo cálculo deve ser feito anualmente, pelo IBGE, levando em conta iniciativas nacionais e internacionais semelhantes.
18h17 PIB-Verde: começa a discussão do PLC 38/2015, que estabelece o PIB-Verde, em cujo cálculo é considerado o patrimônio ecológico nacional.
Ver todas ›