CAE aprovou obrigação de cardápio em braile e isenção de IR para pessoas com doenças degenerativas

23/07/2015, 17h39 - ATUALIZADO EM 23/07/2015, 18h26

A isenção de Imposto de Renda para pessoas com doenças degenerativas foi um dos projetos (PLS 315/2013) aprovados na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) no primeiro semestre. Para o senador Romero Jucá (PMDB-RR), relator da proposta, a medida é justa, considerando que outras pessoas com doenças graves já têm a isenção de imposto. Outro projeto aprovado foi o conhecido como Lei Geral das Religiões (PLC 160/2009). O texto se baseia em acordo celebrado entre o Brasil e o Vaticano que assegurou à Igreja Católica representação nas Forças Armadas; criação e administração de universidades e prestação de serviços em hospitais, presídios e entidades de assistência social. O projeto estende às demais religiões essas e outras garantias. Para o relator da matéria, senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), o projeto reconhece a garantia da imunidade tributária referente a impostos, em conformidade com a Constituição Federal, às pessoas jurídicas eclesiásticas e religiosas, assim como ao patrimônio, renda e serviços relacionados à finalidade da mesma. Reportagem de Bruno Lourenço, da Rádio Senado.



Opções: Download


Senado Agora
17h26 Cade: senadores apreciam a indicação do advogado Walter de Agra Júnior para chefiar a Procuradoria Federal Especializada junto ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).
17h25 CNMP: aprovado por 66 votos favoráveis, um contrário e três abstenções, o nome de Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho para compor o CNMP. Com isso, ficam prejudicadas as indicações de outros candidatos.
16h41 Ordem do Dia: Plenário inicia votações desta terça-feira (19) com apreciação da indicação do secretário-geral do Senado, Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, para a vaga do Senado Federal no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).
Ver todas ›