Você está aqui: Página Inicial Glossário

Glossário

 Abertura
Início de matéria, programa ou transmissão ao vivo. No caso de matéria, geralmente é a parte do texto que vai até a primeira sonora. A abertura de programas e transmissões ao vivo pode ter um breve resumo do que será apresentado. (Rádio)
 Acervo
Totalidade dos documentos sob custódia de um arquivo. (Arquivos)
 Administrativo
Setor ou profissional responsável pelas rotinas administrativas da emissora. (TV)
 Adobe Audition®
Software de edição de áudios licenciado pela Adobe Systems. (Rádio)
 Alinhamento de câmeras
Ajuste dos diversos parâmetros de uma câmera de vídeo, como balanço de cores, back focus, gama, nível de preto etc, de modo a produzir imagens com máxima fidelidade. (TV)
 AM
Sigla para amplitude modulada. Abrange as transmissões de radiodifusão sonora em ondas curtas (OC) e em ondas médias (OM). Veja também OC e OM. (Rádio)
 Análise de conteúdo
A Equipe de Análise da Mídia avalia o conteúdo das notícias dos principais jornais impressos do país, relacionadas a um conjunto previamente determinado de temas. Esses temas são identificados segundo avaliação de interesse como informação dos senadores e da instituição e como subsídios para os trabalhos legislativos. A análise de conteúdo é estruturada em planilha eletrônica, com respostas para quesitos como “tema principal da notícia”, “gênero da notícia (informativa ou opinativa)”, “personagem principal da notícia”, “instituição principal da notícia”, “valoração da notícia (favorável, desfavorável, neutra)” e “veículo da notícia”. Cada um dos quesitos se apresenta de forma individualizada e também em cruzamentos que oferecem visões como “valoração do personagem principal da notícia”, “valoração da instituição principal da notícia”, “veículo vs. gênero da notícia”, “veículo vs. tema central da notícia”, “tema central da notícia vs. instituição principal da notícia” e ”personagem central vs. tema central da notícia”. (Sepop)
 Análise de Notícia
Integrante do Senado na Mídia, trata-se do serviço que classifica qualitativamente as matérias a partir do clipping do noticiário, avaliando o conteúdo e o direcionamento das informações que são disponibilizadas para a sociedade. (Sepop)
 Analógico
É a representação de alguma coisa, continuamente, através de algum meio, como por uma fita. O sinal analógico é passível de interferência. Quanto mais o sinal for copiado, transmitido, retransmitido e quanto maior for a distância da transmissão, mais ruído terá em relação ao sinal original, resultando em distorção, interferência e até a total perda do sinal. (TV)
 Âncora
É o profissional responsável pela apresentação, ao vivo, das sessões plenárias e comissões, dos noticiários ao vivo, com entrevistas ou sem entrevistas, de programas e coberturas especiais. (TV)
 Ancoragem
Entende-se por ancoragem o trabalho de apresentação, ao vivo, das sessões plenárias e comissões, dos noticiários com entrevistas ao vivo, de programas e coberturas especiais. (Rádio/TV)
 Anunciar música
Informar ao ouvinte o nome e o autor de uma música no momento imediatamente anterior ao que ela irá ao ar. Veja também “Desanunciar música”. (Rádio)
 Anúncios institucionais
Anúncios institucionais são peças publicitárias sobre serviços, campanhas publicitárias dos veículos de comunicação e de outros temas relacionados ao Senado. Sua produção cabe à Subsecretaria de Projetos Especiais (Supres), mas há anúncios que são elaborados pelos próprios veículos da Casa. (Agência/Jornal)
 Apoio
Material preparado pela Produção ou pela Redação para dar suporte a locutores e âncoras nas transmissões ao vivo. (Rádio)
 Armazenamento
Ato ou efeito de guardar documentos em áreas utilizadas para esse fim. (Arquivos)
 Arquivamento
Sequência de operações que visam à guarda ordenada de documentos. (Arquivos)
 Assinatura
Identificação sonora do repórter que preparou a matéria. Na Rádio Senado, adota-se o seguinte formato: “Da Rádio Senado, [nome do repórter]”. (Rádio)
 Assunto
O tema principal do conteúdo do documento. (Arquivos)
 Atividade de cunho político-partidário ou personalista
Atividade cujo objetivo, ainda que indireto, seja a promoção de uma pessoa, um partido político ou uma ideologia partidária, bem como que infrinja o artigo 37, § 1º, da Constituição de 1988 (“A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos). (Comark)
 Avaliação de documentos
1. Processo de análise e seleção de documentos de arquivo que estabelece sua destinação de acordo com os valores que lhe são atribuídos. (Arquivos)
 
2. Consiste na análise dos documentos arquivísticos para definição de prazos de guarda e destinação e para classificação dos tipos de documentos produzidos e recebidos pela instituição. A avaliação demanda conhecimento do funcionamento da instituição, sua missão e atribuições, e da legislação. Objetiva o aumento da eficiência no tocante à recuperação da informação, à racionalização e à otimização de espaço físico ou lógico. Esse processo de análise é formalizado na tabela de temporalidade, que relaciona as classes de documentos com seus respectivos prazos de guarda e destinação final. (Arquivos)
 Balanceamento de cores
Ajuste do nível de cada componente de cor básica (vermelho, verde e azul) para obter imagens com fidelidade de cores próxima àquelas que os objetos apresentam sob iluminação ideal. (TV)
 Banco de imagens
É a designação das imagens brutas selecionadas no Arquivo, após a edição de um programa, para compor o acervo da emissora. Também chamado de Geral Imagem. (TV)
 Betacam
É um dos três sistemas de gravação da TV Senado que utiliza fita de meia polegada com qualidade profissional. A identificação SP significa "Superior Performance", ou seja, uma versão com maior quantidade de partículas magnéticas na fita. (TV)
 BG [“Begê”]
1 – Abreviatura do inglês background (“fundo”). Música, voz ou efeito sonoro inserido simultaneamente à fala e que vai ao ar num volume mais baixo. Dá suporte à transmissão e não deve prejudicar a clareza da fala. (Rádio)
 
2 – Abreviatura de background. Do inglês, fundo ou segundo plano. No áudio, é utilizado para descrever o som em segundo plano. Define os sons colocados em volume mais baixo, porém audível, em paralelo com o off. Pode ser o barulho de pessoas falando, de uma cachoeira ou uma música. No vídeo, é a imagem ou cenário de fundo. (TV)
 Bit
Contração de binary digit. Menor unidade digital, só pode assumir os valores 0 ou 1. Um byte é formado por 8 bits. (TV)
 Boletim
Breve informação gravada ou ao vivo transmitida pelo repórter. O mesmo que flash. (Rádio)
 Boneca/boneco
1 – Objeto demonstrativo de trabalho gráfico com mais de duas páginas destinado a ser impresso. Confeccionado no mesmo formato em que se pretende imprimir o trabalho em questão, o(a) boneco(a) funciona como um leiaute e orienta o paginador ou o artefinalista, com o desenho das páginas a serem montadas e com a disposição de cada página em relação a outra. Seu principal objetivo é demonstrar como deverá ser a peça final depois de impressa e montada. (Comap)
 Boom
Vara especial utilizada para posicionar um microfone sem que ele apareça na cena filmada. (TV)
 Break
1 - Intervalo que separa blocos de um radiojornal, de um programa ou da programação musical. (TV)
2 - Interrupção de um programa para a introdução de chamadas comerciais ou institucionais. (Rádio)
 Briefing
1 - Conjunto de informações coletadas em reunião para o desenvolvimento de um trabalho. A partir dessas informações são mapeadas as expectativas, limitações e sugestões dos requerentes/solicitantes a fim de verificar a viabilidade de cada uma das possibilidades traçadas. É elemento primordial para o planejamento de todas as etapas dos eventos institucionais no Senado. (RP)
 
2 - Estudo dirigido com o qual se obtêm as informações básicas que delineiam uma pesquisa, por parte daquele que requer sua realização. Por exemplo: tema, objetivo da pesquisa, prazo para conclusão, possíveis perguntas a serem feitas. (Copop)
 
3 - Documento contendo informações que servem de subsídio ao planejamento da campanha. O briefing contextualiza o projeto que se pretende realizar, apresentando o problema e o objetivo de comunicação, o público-alvo a que se destina a campanha, as peças sugeridas e a definição do prazo final para execução do serviço. (Comap)