Brasil plural: para falar de intolerância


Release

Modelo para implementar Parlamento Jovem já está disponível em publicação digital do Senado

O Senado Federal lançou o e-book “Parlamento Jovem: como implementar? Relato da experiência na Câmara Municipal de Palmeira”, de autoria do jornalista Edson Gil Santos Junior, que tem se dedicado a sistematizar estudos e pesquisas no campo da comunicação em instituições públicas.

A publicação é um relato da experiência da Câmara Municipal de Palmeira, no Paraná, que implantou com êxito o seu Parlamento Jovem, inspirado pelo Projeto Jovem Senador. A obra estimula a reprodução do modelo em outras Casas Legislativas para aproximar o público jovem da atividade política local.

Com linguagem de fácil compreensão e muitas dicas, a obra apresenta todas as etapas necessárias para a implantação de um Parlamento Jovem, desde a elaboração dos documentos legais de criação, instalação, execução dos trabalhos, atividades legislativas dos jovens parlamentares, interface com a comunidade, sistemas de avaliação e acompanhamento, resultados práticos e até mesmo a análise da produção legislativa dos estudantes.

Segundo Edson Gil, o ideal é que o modelo por ele apresentado seja implementado em municípios de até 70 mil habitantes (perfil que corresponde a cerca de 92% das cidades brasileiras), considerando principalmente o modo em que são efetuadas as eleições e a proporção de sugestões legislativas.

- Acredito que seja uma leitura interessante para servidores de câmaras em geral por dar ideias de procedimentos comuns em qualquer iniciativa do gênero. É um formato que pode ser adaptado à realidade de cada câmara municipal, permitindo a promoção da educação para a cidadania e o debate de propostas para que os jovens repensem as maneiras de melhorar o país – afirma Edson Gil.

O coordenador do Projeto Jovem Senador, Herivelto Ferreira, acredita que a obra será muito útil para as Câmaras Municipais interessadas em ampliar o relacionamento com os jovens e estimular a participação cidadã.

- A implementação de programas de politização em Câmaras Municipais já é uma realidade no Brasil e com o modelo proposto por Edson Gil ficará mais fácil para aqueles que desejam aproximar o jovem da ação política, estimulando a formação cidadã e aperfeiçoando os mecanismos de transparência do Poder Legislativo. – destacou Herivelto.

Jovem Senador

Embora a proposta de atuação do Projeto Jovem Senador seja bem distinta do Parlamento Jovem de Palmeira, ele foi o modelo inicial para que a Câmara Municipal de Palmeira pudesse criar seu próprio projeto de formação política voltada para os jovens.

Para Edson Gil, o Jovem Senador é um projeto que valoriza o papel do jovem como interlocutor hábil e diretamente ligado aos problemas de sua comunidade. Uma de suas grandes contribuições é deixar claro que a juventude quer participar da política, mas que é preciso dar oportunidade a eles, diminuindo a distância entre os futuros e jovens eleitores do país e o trabalho desenvolvido por aqueles que atualmente os representam.

- Assim como o Jovem Senador, queríamos empoderar o jovem a partir de uma formação política consistente, por meio da qual ele pudesse compreender a importância da participação cidadã e seus reflexos junto à sociedade. No Parlamento Jovem de Palmeira, os estudantes são hoje verdadeiros representantes da comunidade e por meio deles várias matérias de interesse dos cidadãos são apresentados e analisados – acredita Edson Gil.

A publicação Parlamento Jovem: como implementar está disponível no site do Senado Federal e pode ser baixada gratuitamente no endereço: https://www12.senado.leg.br/institucional/escola-de-governo/parlamento-jovem.

 

Serviço:

IMPRIMIR | E-MAIL Compartilhar: Facebook | Twitter | Google+ | Pinterest

Senado Federal - Praça dos Três Poderes - Brasília DF - CEP 70165-900 | Telefone: 0800 61 22 11