Ferramentas Pessoais
Acessar

Coleções

A Biblioteca do Senado Federal dispõe de acervo multidisciplinar para subsidiar os trabalhos parlamentares, com a profundidade e a atualidade necessárias, em razão da diversidade dos assuntos discutidos no Congresso Nacional. O acervo é especializado em Ciências Sociais, sendo composto por 60% de obras de Direito, Ciência Política, Economia e Administração e 40% pelas demais áreas de conhecimento.

Coleção de Livros

O acervo da Biblioteca é composto por, aproximadamente, 208 mil livros*, dos quais 12 mil são obras de referência (dicionários, enciclopédias, glossários e outros) e 30 mil são folhetos* (obras com até 48 páginas). Esses números são dinâmicos com variações de um ano para outro. O crescimento dessa coleção é de, aproximadamente, 5 mil publicações por ano.

Coleção de Revistas

A coleção de revistas impressas, nacionais e estrangeiras, tem mais de 303 mil fascículos*, e inclui, também, anuários e almanaques, totalizando cerca de 4.500 títulos*.

Coleção de Jornais e de Recortes

A Biblioteca do Senado Federal seleciona e indexa artigos de jornais desde 1972. A coleção é formada por exemplares de jornais impressos e na íntegra. O arquivo de recortes de jornais possui aproximadamente 3 milhões de recortes* de matérias selecionadas de 13 jornais brasileiros: Brasil Econômico, Correio Braziliense, O Dia, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, O Globo, Jornal do Brasil, Tribuna do Brasil, Tribuna da Imprensa, Jornal da Tarde, Gazeta Mercantil, Jornal de Brasília e Valor Econômico. Os recortes de cerca de 7 mil assuntos* estão organizados em pastas. Desde 1987, artigos de jornais, especialmente os de opinião, e os de autoria de senadores, fazem parte da base de dados de jornais da RVBI. Em 2004, foi implantado o Banco de Notícias (BNOT), sistema de clipping eletrônico de recortes de jornais, em texto completo, totalizando mais de 200 mil documentos*. A Biblioteca recebe atualmente oito jornais brasileiros: Brasil Econômico, Correio Braziliense, O Dia, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, O Globo, Jornal de Brasília e Valor Econômico. Suas notícias capturadas da Internet são depositadas na Biblioteca Digital do Senado Federal – BDSF.

Coleção de Multimeios

Composta por cerca de 3.000 itens, incluindo CDs, DVDs, mapas e slides, e também por 4.200 microfilmes* de 103 títulos dos principais jornais editados no país a partir do ano de 1810, e relatórios ministeriais e presidenciais do Brasil, da época do Império e da Primeira República.

Obras Raras e Especiais

A coleção de obras valiosas da Biblioteca do Senado Federal é composta por 8.400 volumes, entre livros, revistas, jornais e mapas. O acervo contém obras com mais de 300 anos, sendo a mais antiga o Novvs Orbis, seu, Descriptionis Indiae Occidentalis, de Johannes de Laet, datada de 1633. O livro é uma descrição geográfica, científica, etnológica e linguística da América, com especial destaque para o Brasil. Até outubro de 2009 a consulta à coleção de obras raras era restrita às dependências da Biblioteca. Mas, a partir de novembro daquele ano teve início a digitalização das publicações valiosas que passaram a fazer parte da Coleção Digital de Obras Raras, colocando várias raridades à disposição de qualquer pessoa conectada à Internet.

Coleção Luiz Viana Filho

A coleção particular do Senador Luiz Viana Filho, composta por 11.724 publicações, foi adquirida pelo Senado Federal em 1997 e incorporada ao acervo da Biblioteca. Inclui primeiras edições de obras em língua portuguesa de autores consagrados como Machado de Assis, Eça de Queiroz, José de Alencar, Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira e Graciliano Ramos. Destaca-se na coleção, o manuscrito dos versos de O casamento do diabo, de autoria de Machado de Assis.

Coleção Depósito Legal das publicações do Senado

A Biblioteca é responsável pela preservação da memória editorial do Senado Federal (Resolução do Senado Federal nº 66 de 1996), sendo a guardiã de exemplares dos títulos publicados na Casa em versão impressa ou digital. A Coleção conta atualmente com cerca de 11.300 volumes*.

Biblioteca Digital do Senado Federal

Biblioteca Digital do Senado Federal (BDSF) armazena, preserva, divulga e dá acesso, em formato digital, documentos a mais de 264 mil documentos de interesse do Poder Legislativo e da sociedade, propiciando segurança e preservação da informação, maior visibilidade na Internet, maior rastreabilidade em mecanismos de busca e rápida disseminação do conhecimento.
O acervo digital é variado, dividindo-se entre livros, obras raras, artigos de revista, notícias de jornal, produção intelectual de senadores e servidores do Senado Federal, legislação em texto e áudio, entre outros documentos. As obras publicadas na BDSF são de domínio público ou possuem direitos autorais cedidos pelos proprietários, possibilitando acesso e download gratuitos das obras.

 

*Dados de junho de 2016.